Você pede para visitar a cozinha dos locais onde você se alimenta?

domingo, 18 de novembro de 2007

Vai um queijinho aí?


O professor aposentado da UFC, Antônio de Albuquerque S. Filho, escreveu hoje um artigo para um jornal local lembrando que nos anos de 1997 e 1998 o SEBRAE-CE contratou especialistas para estudar a qualidade de produtos alimentícios muito procurados pelos turistas que chegam à Fortaleza.(queijo de coalho, castanha, cachaça etc)
No artigo destaca o trabalhado desenvolvido pelo professor Franciso José Siqueira Telles* do curso de engenharia de alimentos-UFC que saiu percorrendo o interior do estado com sua equipe de técnicos para avaliar a qualidade do queijo de coalho produzido no Ceará.


No citado trabalho o prof Telles identificou como fatores de baixa qualidade do produto:


  • ausência de pasteurização do leite( comprovado pela presença de coliformes fecais)

  • armazenamento inadequado

  • embalagens fora do padrão

Apesar destes estudos nada foi feito por parte dos órgãos responsáveis e tais produtos, principalmente o queijo de coalho continua com os mesmos defeitos que se agravam no momento da venda nos mercados da cidade devido ao manuseio incorreto e muitas vezes devido às fraudes.


Em muitos estabelecimentos as peças de queijo ficam expostas em cima de balcões(que muitas vezes são frigorificados) fora de refrigeração.


Com a perda da umidade e consequentemente de peso, muitos ao final do dia e para não terem prejuízo, mergulham as peças de queijo em bacias com água, que sabe lá Deus a procedência da mesma.


Sem falar dos espetinhos de queijo coalho que são vendidos pela cidade e principalmente na praia, fora de refrigeração e expostos ao calor, poeira e fuligem.


Em muitos casos os espetinhos de queijo são guardados dentro de um isopor sem gelo, ou seja, mantidos numa verdadeira estufa que faz com que os microrganismos se multipliquem rapidamente.


Os que não são vendidos, claro, são guardados para o dia seguinte.



* O professor Telles foi meu professor e, por sinal, o melhor professor que tive durante a gradução.PhD na Universidade do Arizona suas aulas realmente faziam a diferença.


Um comentário:

Laodicéa disse...

minha nossa!! é uma coisa né!!!!
esse povo sei naum! que vende os alimentos, e nem tomam o cuidado de vender um bom produto!!!!mais uma vez, muito obrigada pelo alerta!!!